Wagner Alegretti

Wagner Alegretti graduou-se em Engenharia Eletrônica pela USP em 1983, no Brasil, tendo atuado como engenheiro de software por muitos anos em multinacionais. Em 1988, optou por abandonar sua carreira para dedicar-se em tempo integral às atividades ligadas à Projeciologia e Conscienciologia.

É pesquisador da projeção consciente desde 1980 e projetor desde 1971, tendo tornado-se voluntário em 1982. Alegretti vem proferindo palestras e cursos nesta área desde 1985, tendo ministrado conferências em universidades e congressos ao redor do mundo, assim como cursos em vários países nos continentes Americano, Asiático, Europeu, e Oceania.

Foi membro do extinto Centro da Consciência Contínua, primeira IC existente e, em 1988, co-fundou o IIP (hoje, IIPC), do qual foi Diretor Administrativo por 5 anos. Residiu por 5 anos na Flórida, onde fundou a unidade americana estabelecida naquele estado, passando em seguida a assumir a direção da unidade de Londres, no Reino Unido, atividade que realizou por 10 anos.

Hoje, residente no Campus de Pesquisa da IAC em Portugal, é o presidente desta organização, função que vem exercendo desde 2002. Autor do livro “Retrocognições: investigação da memória de vidas passadas e períodos entre vidas” (editado em português, inglês, espanhol, japonês e agora sendo traduzido para o francês), e de vários artigos e pesquisas publicados internacionalmente.

Obra

RETROCOGNIÇÕES - Pesquisa da Memória de Vivências Passadas 

O autor expõe de maneira compreensiva os mecanismos envolvidos nas lembranças de vidas passadas e do período entre vidas, fornecendo técnicas para recuperar estas memórias.

Discute os benefícios e cuidados necessários com os diferentes tipos de retrocognições: forçadas, espontâneas ou voluntárias, e evidencia fatores que predispõem ou inibem tais experiências.

O livro explica como a retrocognição viabiliza a identificação dos erros cometidos no passado, permitindo evitar a repetição dos mesmos na vida atual.

Desta maneira, mostra que esta experiência representa meio importante de acessar a realidade milenar pessoal, visando otimizar o desempenho evolutivo na atual existência, devido ao aumento de lucidez e autoconhecimento que a retrocognição pode proporcionar.